Truques e Dicas

Fotografias na Internet: 8 dicas para proteger os mais pequenos

Em plena Era Digital, torna-se complicado não aceder à tentação de partilharmos, quase diariamente, pequenos pormenores da nossa vida pessoal. Para os recém pais, principalmente, acabam por sentir uma maior pressão para dar a conhecer o seu ‘rebento’ ao mundo, ou amigos que estão longe, poupando tempo através da partilha de fotografias na internet.

Não se preocupe: não há nada de errado com a partilha de fotos de crianças online, com amigos e familiares. No entanto, precisamos de saber gerir as configurações de privacidade, em função de garantirmos que as fotografias na internet, ou vídeos partilhados, não poderão ser visualizados por qualquer pessoa. Assim, há que ter em conta alguns pontos antes de divulgar fotos ou informações sobre crianças.     

Fotografias na Internet: o que partilhar?

  • Antes de fazer upload de uma fotografia dos mais pequenos, pergunte-se se eles um dia se sentirão envergonhados com ela, caso, daqui a alguns anos, alguém visse aquela imagem. O que pode não parecer problemático para nós, poderá parecer para eles. E bem sabemos como a adolescência é complicada;
  • Não publique fotografias na internet de outras crianças ou jovens sem a autorização dos seus pais. Por mais inofensiva que a imagem possa parecer, como por exemplo, várias crianças numa festa de aniversário, alguns pais podem não querer que os seus filhos apareçam em fotos públicas;
  • Certifique-se de que as suas publicações são partilhadas em modo particular (só para família e amigos íntimos);
  • Aprenda a gerir as configurações de privacidade das suas redes sociais, incluindo Facebook e Instagram, para que possa ter algum controlo sobre com quem está a partilhar as suas publicações;
  • Na hora de partilhar fotografias na internet, nunca escreva o nome da escola dos miúdos lá de casa, infantário, ou qualquer outra informação que permita a alguém perceber as rotinas dos seus mais pequenos;
  • Peça aos membros da família e amigos, para seguirem as mesmas precauções ao publicarem fotografias na internet, com membros da sua família;
  • Poderá sempre adicionar uma marca de água ao colocar fotografias na internet. Isso garante que outras pessoas não as utilizam como sendo suas;
  • Monitorize a página de Facebook dos miúdos, assim como outras redes sociais. O Facebook requer que as pessoas tenham pelo menos 13 anos para criar uma conta. Se os mais pequenos têm idade para ter a sua própria página no Facebook, então mantenha um olhar atento sobre o que eles publicam, principalmente no que toca a fotografias na internet. Nos dias de hoje, nunca é cedo de mais para ensinar bons hábitos online;

Depois de aplicadas estas sugestões, poderá sempre ficar mais descansado com os mais pequenos. No entanto, não há nada como incentivá-los a manterem-se online, com hábitos mais saudáveis, como praticando desporto. Conheça aqui algumas sugestões dos melhores desportos para crianças.